MPT aposta em HQs para conscientizar trabalhadores


Olha só que interessante essa iniciativa do Ministério Público do Trabalho: ao invés de distribuir cartilhas burocráticas e cheias de terminologias incompreensíveis, resolveu criar histórias em quadrinhos para conscientizar os trabalhadores. A série já vai na décima edição, e os temas são bem variados. Vão desde contrato de trabalho até assédio sexual.

As revistas podem ser baixadas em formato PDF ou lidas no navegador através da versão flip. As histórias são fictícias, porém criadas a partir de casos reais. No caso do assédio sexual, por exemplo, um levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT) aponta que 52% das mulheres em idade economicamente ativa já sofreram algum grau de assédio -- seja psicológico ou físico -- no local de trabalho. E muitas não denunciam.

Acesse aqui todos os números.