Morre Michael Hart, pioneiro do e-book


Hart foi o fundador do Projeto Gutenberg e pioneiro na digitalização de livros e documentos, em 1971

Morreu na última terça-feira (6), o norte-americano Michael Stern Hart, criador do Projeto Gutenberg, projeto vanguardista na digitalização de livros e documentos. Em 1971, Hart decidiu digitalizar a Declaração da Independência dos Estados Unidos e compartilhá-la com outros usuários, pontapé inicial para o mercado de e-books.

“Ele olhava constantemente para o futuro, para antecipar avanços tecnológicos”, diz o website do Projeto Gutenberg, em nota de falecimento. “Ele conseguiu prever as melhoras na tradução automática”.

Atualmente, o projeto conta com 36 mil e-books que podem ser baixados livremente, sem restrições de direitos autorais, em diferentes plataformas e formatos (PC, Kindle, Android, iOS).

Hart nasceu em 8 de março de 1947, em Tacoma, Washington. “Pessoas racionais se adaptam ao mundo. Pessoas irracionais se empenham em adaptar o mundo a elas mesmas. Todo o progresso, portanto, depende de pessoas irracionais”, dizia Michael Hart.

Ele morreu aos 64 anos de causas não divulgadas.